Guarda Chuva de Papel

Eu corri pelos pontos
Trabalhei cada movimento
Da minha distância proposital
Causei dor e gerei amor

No inicio
Havia um ser ingênuo
Cativando corações
Em troca de guarda-chuvas de papel

Já faz anos e me lembro
Daquele tempo que eu
Admirava, comemorava
Quando você fazia o que sempre deveria ter feito

Bobo, se eu fosse
Seria normal
Acho que idiota
É um adjetivo legal

Esqueça essa posição
Do ganhar ou perder
Evite tempo com passa-tempos
Em troca de guarda-chuvas de papel

Um comentário:

Seguidores

Recomendações Cinematográficas

  • Requiem Para um Sonho
  • O Sol de Cada Manhã
  • À Procura da Felicidade
  • Tudo Acontece em Elizabethtown
  • O Fabuloso Destino de Amélie Poulain
  • O Amor Não Tira Férias
  • Laranja Mecânica
  • Efeito Borboleta
  • Na Natureza Selvagem
  • Clube da Luta
  • V de Vingança